4 erros de controle de estoque que você jamais pode cometer

4 minutos para ler

Toda empresa que precisa armazenar e movimentar seus produtos está sujeita a erros de controle de estoque. Especialmente aquelas que não trabalham com uma gestão eficiente ou com recursos tecnológicos. Hoje, graças às diversas soluções logísticas, é totalmente possível minimizar esses gargalos ou, até mesmo, evitá-los por completo.

Quer conhecer quais são esses principais erros, conferir se sua empresa está falhando e como melhorar esse processo interno? Então, continue conosco e tome nota das 4 dicas que trouxemos abaixo. Podemos começar?

1. Comprar mais do que o necessário

Parece óbvio, porém é mais comum do que se imagina dentro das empresas, independentemente do tamanho ou do segmento delas. Isso ocorre, quase que exclusivamente, por falhas de comunicação, falta de controle, sistemas inadequados e pouca capacitação de suas equipes.

Manter produtos na prateleira, sem movimentá-los, significa custo desnecessário, risco de desperdício e baixo aproveitamento de espaço. Portanto, as compras precisam fazer parte da estratégia de gestão, sempre de acordo com uma previsão de vendas, assim como o seu acompanhamento constante.

Além disso, é fundamental contar com uma equipe capacitada e integrada com o setor de movimentação e, claro, com acesso a sistemas de gestão eficientes e modernos.

2. Não realizar inventários periódicos

Um dos principais erros de controle de estoque está ligado à não-realização de um inventário. Não tem nada mais grave do que vender e não ter o produto para entregar, por questões de erros de comunicação entre o sistema e o físico.

Imagine o transtorno comercial que isso pode gerar! Percebe como a gestão de estoque pode impactar muito além do operacional e influenciar, até mesmo, na qualidade do atendimento ao cliente?

Realizar uma contagem periódica do seu estoque, controlar tudo aquilo que entra e sai das prateleiras e contar com informações sempre precisas em seus sistemas são ações básicas para uma boa gestão e para evitar correrias, custos elevados e, principalmente, reclamações dos clientes.

Um bom inventário deve ser feito de forma periódica e pode ser separado por categorias de produtos, a fim de agilizar os processos e garantir maior eficiência.

3. Não usar ferramentas tecnológicas

Atualmente, falar de logística sem olhar para os avanços tecnológicos é praticamente impossível. Isso não se resume apenas aos softwares de gestão que temos disponíveis no mercado!

Toda a questão operacional conta com soluções modernas e inteligentes que, simplesmente, revolucionaram a forma de estocar e controlar produtos dentro de um armazém.

De sistemas de picking modernos a elevadores e prateleiras automáticas, a tecnologia se transformou em ferramenta essencial para a sobrevivência e o sucesso de qualquer empresa. Não acompanhar esse ritmo é estar fadado ao atraso e a processos obsoletos. Busque sempre se modernizar e fechar parcerias com fornecedores que tenham soluções exclusivas para o seu negócio.

4. Não monitorar os espaços de armazenamento

Entre os erros de controle de estoque está, justamente, a falta de um monitoramento da movimentação. Falta de espaço ou layouts mal distribuídos podem contribuir com esse gargalo.

Estudar a operação e propor mudanças físicas de seu armazém pode ajudar a otimizar esse processo. Existem soluções eficientes e econômicas para tal, como mezaninos industriais e racks flexíveis. No entanto, de nada adianta investir nisso, se não houver monitoramento contínuo do estoque.

Ou seja, reforçamos a necessidade de se realizar inventários periódicos, de se investir em sistemas tecnológicos, de capacitar a equipe e, principalmente, de haver um trabalho focado em gestão logística. Só assim você conseguirá enxergar toda a operação, entendê-la, e consequentemente monitorar toda a movimentação.

Enfim, evitar erros de controle de estoque é fundamental para o bom funcionamento logístico de toda empresa, apesar de não ser, necessariamente, uma tarefa fácil. Por isso, buscar soluções modernas e com fornecedores especializados é uma alternativa inteligente e que, sem dúvidas, traz inúmeros benefícios ao negócio. Otimize seus processos, reduza seus custos e fidelize o seu cliente com serviços de excelência!

transporte de malotes em todo brasil

Gostou das dicas? Então compartilhe o post em suas redes sociais e mostre a outros profissionais o quão importante é controlar seu estoque e evitar erros comuns. Até a próxima!

Posts relacionados

Deixe uma resposta