Entenda qual a importância do big data na logística

4 minutos para ler

A grande quantidade de dados e informações é uma realidade cada vez mais frequente no cotidiano das empresas. Com tantas demandas e tarefas a serem cumpridas, esse recurso acaba sendo um forte aliado dos negócios. Por isso, é importante entender como o big data pode auxiliar nos processos logísticos.

Apesar do volume gerado, não é isso que define a qualidade dos dados, mas como eles serão tratados e utilizados para tomar as decisões. Partindo disso, é essencial conhecer como funciona o big data na logística. Continue a leitura e saiba mais.

O que é big data?

O big data é um método eficiente de análise de dados em massa que gera informações valiosas e soluções precisas para o negócio. Em vez de apenas informar o número de clientes, vendas e faturamento, por exemplo, ele pode apontar os períodos mais produtivos do ano.

Isso ajuda a identificar as principais sazonalidades, ajudando sua empresa a elaborar estratégias para aumentar os negócios em períodos que seriam de baixo faturamento. Esse é um exemplo simples, afinal, o big data traz diversas outras vantagens para a logística.

Qual é o impacto que ele tem na logística?

A mineração de informações logísticas pode desencadear um banco de dados riquíssimo sobre todos os fluxos da empresa. Quanto mais números forem extraídos dos processos, maiores as chances de cruzamentos eficazes, resultando em conhecimento relevante para a tomada de decisão.

Como você sabe, qualquer falha logística pode resultar em um aumento indesejado de custos, além de outros prejuízos para o negócio. No entanto, evitar esse tipo de problema pode se tornar uma tarefa simples, bastando coletar e cruzar informações, o que pode gerar insights valiosos.

Quais são as vantagens de utilizá-lo?

A utilização do big data na logística proporciona uma série de vantagens aos empreendimentos. Confira quais são os principais a seguir.

Aumento da eficiência operacional

É praticamente impossível imaginar um fluxo logístico sem agilidade e qualidade. Nesse ponto, o big data, junto com outras tecnologias, pode otimizar certas tarefas, atribuindo ainda mais precisão a elas. A partir de informações confiáveis, baseadas em um volume massivo de dados atualizados, fica muito mais fácil tomar decisões que melhorem o desempenho operacional, reduzindo erros e aumentando a eficiência do trabalho.

Melhoria na experiência do cliente

Não à toa, a experiência do cliente tem estado mais em alta do que nunca. É preciso entregar valor para o processo de compra e recebimento dos consumidores. Com o uso do big data, sua empresa pode gerar um serviço superior, superando as expectativas e surpreendendo positivamente nas entregas. O combo de rapidez, qualidade e frete mais barato, por exemplo, é algo que o seu cliente certamente vai valorizar.

Redução de custos

O que você faria se conhecesse o panorama completo dos erros que estão prestes a acontecer no seu fluxo logístico? Isso poderia significar uma redução enorme nos custos com desperdícios, retrabalho e prejuízos com a reputação da empresa.

Com os gargalos previstos, o setor logístico pode melhorar seus processos antes que eles gerem problemas. Assim, a logística fica mais enxuta e mantém só o que realmente é relevante, se tornando mais simples e eficiente.

Automação da cadeia logística

Você já deve ter ouvido falar em Internet das Coisas e em tecnologia de automação. Essas variáveis fazem parte da logística 4.0. Seu principal objetivo é tornar o fluxo de tarefas mais produtivo e inteligente. O próprio rastreamento de entregas é um exemplo disso, com a reprogramação de rotas com base em informações sobre as rodovias, interceptações, consumo de combustível, fluxo do trânsito etc.

Confiabilidade e transparência

Tanto as transportadoras quanto remetentes e clientes gostam de saber o status das suas entregas, seja para estar ciente sobre eventuais atrasos ou para evitar gargalos em função deles. É primordial manter essas informações abertas às partes envolvidas para estabelecer uma comunicação transparente, o que também contribui com a construção de confiança na empresa.

O big data tem um grande potencial de transformar a logística e toda a cadeia de suprimentos. Entender o seu funcionamento e como ela pode ajudar é um ponto fundamental para se manter aberto a essas mudanças.

transporte de malotes em todo brasil

Se você gostou dessas informações e quer que mais pessoas tenham acesso a esse conhecimento, compartilhe este post sobre big data na logística em suas redes sociais!

Posts relacionados

Deixe uma resposta