Logística 4.0: fique por dentro da nova revolução no setor

6 minutos para ler

A tecnologia está revolucionando todos os setores da economia. Até aqui nenhuma novidade, certo? Exceto que ela transformou a logística 4.0 em uma realidade.

Um dos maiores desafios enfrentados por esse setor está na otimização de processos internos e externos, visando o aumento da produtividade, desde a fabricação de um produto até a sua entrega ao consumidor.

Para que isso seja possível, foi necessário desenvolver e investir em soluções tecnológicas para essa cadeia de suprimentos. Continue a leitura e conheça um pouco mais sobre esse novo conceito na área de logística!

O que é logística 4.0?

Podemos definir a logística 4.0 como uma evolução da logística tradicional e tem como base os investimentos em tecnologia, seguindo os preceitos da indústria 4.0. Com as produções realizadas em grande escala, o volume de produtos que precisa chegar ao mercado é muito maior. Então, é preciso que a distribuição seja ágil e eficiente.

À medida que a tecnologia avança e as empresas começam a adotar novas formas de oferecer e entregar produtos, o consumidor fica mais exigente. O foco na satisfação dos clientes passa a ser um dos requisitos básicos para as organizações alcançarem seus objetivos. Isso está diretamente relacionado com a capacidade de produção e comercialização.

Sendo assim, é necessário que essa cadeia de suprimentos esteja totalmente alinhada. O fluxo deve funcionar da seguinte forma:

  • diminuição da matéria-prima;
  • produção em número suficiente para entrega;
  • menor quantidade de volume em estoque;
  • aumento na agilidade de processos de produção;
  • otimização na entrega.

Ou seja, as empresas não dependem mais de grandes centros de distribuição, produzem apenas o necessário e diminuem as perdas e erros no estoque.

Quais as características dessa nova tendência?

É inevitável associar a logística 4.0 à integração e à modernização de processos. Suas principais características são:

  • melhoria no fluxo informações;
  • uso de recursos para aumentar a eficiência de toda a cadeia de suprimentos, como a computação em nuvem.

Os sistemas hospedados em nuvem podem ser acessados de qualquer lugar que tenha internet. Ou seja, se o conceito da logística 4.0 está pautado em uma cadeia alinhada, é necessário que todos os envolvidos possam ter acesso simultâneo aos dados de produção, distribuição e entrega. Com isso, o negócio se torna mais competitivo e produtivo, o que aumenta o desempenho das atividades.

Podemos citar, entre outros processos que visam otimizar essa rede, mais algumas tecnologias além da computação em nuvem. Você vai conhecê-las agora!

Internet das Coisas

Também chamada de IoT, a Internet das Coisas propõe a integração de ferramentas usadas no cotidiano com a tecnologia.

Na logística 4.0, isso pode acontecer com o maquinário. Por exemplo, empilhadeiras inteligentes que atuam controladas por computador. A autonomia promovida pelo sistema aumenta a produtividade e reduz custos operacionais.

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial oferece mecanismos capazes de raciocinar, solucionar problemas e tomar decisões por meio da computação. Ou seja, não é preciso de um ativo humano para desempenhar algumas funções.

Quando utilizada na logística, ela pode controlar a frota em tempo real, emitindo relatórios e otimizando os processos de entrega.

Big Data

Um dos maiores desafios na área da logística é lidar com o grande volume de informações proveniente dos seus inúmeros processos para que uma mercadoria chegue no lugar certo, na hora certa.

O Big Data colabora para que esses dados circulem em segurança e sintonia, sem que nenhum elemento importante passe batido. Também colabora para que os profissionais tenham uma visão mais estratégica de toda a cadeia de produção.

Como a empresa pode se preparar para esse novo momento?

Como você pôde perceber, a logística 4.0 integra todos os envolvidos na cadeia produtiva por meio da conectividade. Nesse sentido, as pessoas precisam estar preparadas para executar e monitorar processos de forma diferente. O esperado é que a empresa comece a transformar a sua cultura organizacional, de modo que os indivíduos possam se familiarizar com essas mudanças.

Também é preciso desapegar da falsa ideia de que um grande volume em estoque traz mais segurança. Na realidade, altos níveis nos centros de distribuição aumentam a incidência de erros, perdas e danos. O ideal é produzir apenas o necessário.

O Brasil é um país muito grande e os processos devem estar perfeitamente sincronizados: produção, distribuição e entrega devem acontecer de forma orquestrada, garantindo a qualidade dos produtos e a satisfação de clientes.

Sendo assim, podemos resumir as questões a serem implementadas da seguinte forma:

  • alta conectividade;
  • integração entre equipamentos, pessoas e processos;
  • precisão nas informações;
  • atualização em tempo real;
  • centros de distribuição inteligentes;
  • otimização dos processos.

Quais os benefícios dessa transformação?

A logística 4.0 veio para revolucionar e, como toda evolução, promove diversos benefícios para a empresa. Conheça alguns deles!

Redução de perdas

Como a produção limita-se ao que é necessário, a tendência é que diminuam as perdas nos estoques. Com isso, também se extingue a necessidade de retrabalho, os extravios e demais problemas que comprometem custos e resultados.

Análise de dados precisa

A tecnologia é uma grande aliada quando o assunto é o controle do fluxo de informações e análise de dados.

Portanto, ao adotar sistemas inteligentes, a informação gerada é muito mais segura e confiável. Consequentemente, as decisões são tomadas com mais precisão e a produção de itens pode ser diminuída de maneira precisa.

Redução de custos

A redução de perdas, o transporte otimizado, a agilidade nos processos e a adoção de ferramentas modernas, como a IoT e a IA, promovem a redução de custos operacionais.

O benefício não para por aí: ao diminuir as despesas, a empresa consegue assumir uma posição mais competitiva no mercado e aumentar a sua lucratividade.

Satisfação dos clientes

Todas essas melhorias levam a um só lugar: ao aumento da satisfação dos clientes. Prazos de entrega menores, informações atualizadas sobre o pedido, diminuição de erros e melhores preços fazem com que os consumidores fiquem cada vez mais satisfeitos com os serviços da sua empresa.

A logística 4.0 chegou para contribuir com o sucesso do negócio por ser rápida, eficiente e conectada. A integração de sistemas beneficia a todos os envolvidos nesse processo, desde a produção até a entrega.

transporte de malotes em todo brasil

Mostre que você está por dentro do assunto! Compartilhe nosso post nas redes sociais e invista na modernização da sua cadeia produtiva!

Posts relacionados

Deixe uma resposta