Como melhorar a logística no agronegócio? Confira as dicas

3 minutos para ler

O Brasil é um dos principais produtores agrícolas mundiais. O crescimento do setor é bastante consistente e sua participação é fundamental na economia nacional. No entanto, ainda existem diversos problemas relacionados à logística no agronegócio, especialmente no que diz respeito às dimensões geográficas daqui.

Se, por um lado, os brasileiros vivem a realidade da vastidão de terras cultiváveis, por outro, conservar e escoar toda a produção é realmente um desafio. Como se não bastasse, ainda existem outros percalços pelo caminho da logística: reajustes constantes do preço do petróleo, dependência dominante do transporte rodoviário, falta de infraestrutura das estradas, custos elevados e por aí vai.

Se você não quer ficar à mercê dessa situação, saiba que existem estratégias interessantes para enfrentar e superar esse cenário. Quer saber quais são os caminhos da eficiência logística no agronegócio? Então fique conosco e confira!

Organize a linha de produção

As etapas da logística no agronegócio podem se tornar difíceis de serem visualizadas em função de sua diversidade e complexidade. Por isso, é interessante ter domínio da linha de produção, sabendo exatamente o que é relevante para cada fase, o que abrange desde a aquisição de insumos até o escoamento da produção.

Isso vai ajudar a fazer um planejamento logístico mais estratégico, aumentando a fluidez das operações e a agilidade das entregas dos produtos para os seus destinos. Na cadeia logística, esse prazo de produção e escoamento é muito importante.

Use a tecnologia a seu favor

A tecnologia é uma grande aliada da maior parte das empresas. Não é diferente no agronegócio. Quem quer driblar os desafios na logística agrícola vai precisar se unir a algumas ferramentas para atravessar certas adversidades.

O controle e a classificação de produtos, por exemplo, precisam ser bastante detalhados, incluindo informações de sazonalidade e outras características. Além disso, os sistemas integrados de gestão são essenciais para o monitoramento da cadeia produtiva.

Esses recursos aprimoram a entrega, ajudam a reduzir custos e automatizam algumas etapas, como o abastecimento de frotas, por exemplo.

Fique por dentro da legislação

Outro aspecto importante para a logística no agronegócio é a legislação. Algumas leis simplesmente não funcionam do modo como deveriam. Ainda assim, é importante entender as atualizações, incluindo portarias, normas, emendas e regulamentos.

Por mais que não seja possível ficar por dentro de tudo, é sempre importante acompanhar os noticiários e jornais regionais.

Terceirize seu transporte

transporte de malotes em todo brasil

Uma das grandes vantagens da logística no agronegócio é que ela tem diversas operações que podem ser terceirizadas, otimizando todo o escoamento da produção. Essa possibilidade se estende ao uso de galpões alugados, terceirização da gestão de algumas etapas e, principalmente, no transporte.

Para a empresa, a terceirização pode significar uma redução relevante dos custos com depreciação da frota, infraestrutura logística e até pessoal para operar tudo isso.

Dar atenção ao setor logístico é de suma importância para otimizar os resultados da empresa. Investir nessa etapa pode gerar um verdadeiro diferencial competitivo, aumentando toda a eficiência da logística no agronegócio e aumentando a satisfação dos clientes.

Se você gostou deste conteúdo, não pare por aqui. Existe muito mais a aprender sobre logística no agronegócio que pode desenvolver sua empresa. Descubra como otimizar as entregas da sua empresa!

Posts relacionados

Deixe uma resposta